Blog

16 nov 2021

Inventário de Estoque: O que é e qual é a sua importância

Classifique nosso post [type]

Você sabe o que é inventário de estoque e qual a sua importância para melhorar os controles, a eficiência e a gestão da sua empresa como um todo?

Neste conteúdo, vamos explicar o conceito de inventário e detalhar a sua importância para o sucesso das organizações, vale a pena conferir!

O que é inventário de estoque?

Chamamos de inventário de estoque o processo voltado para a listagem e contagem de todos os produtos disponíveis no estoque de uma empresa.

Inventários devem ser realizados periodicamente para que as empresas possam manter um alto nível de controle sobre seus estoques, evitando, perdas e prejuízos que possam comprometer os resultados da empresa.

Por sinal, apesar de ser deixado de lado por muitas empresas, o inventário e controle de estoques é fundamental para a gestão e desempenho de todo e qualquer negócio.

Sua empresa realiza inventários periódicos de estoque? Confira na sequência, alguns motivos que justificam a sua importância.

1.Redução do índice de vendas perdidas

Quando uma empresa não mantém um relatório de estoque preciso, corre o risco de ficar sem determinados produtos e perder inúmeras oportunidades de vendas.

Um bom gestor não pode depender apenas da sua memória ou de uma visita ao estoque para decidir o que e quando comprar.

Com um inventário atualizado, você pode utilizar relatórios para:

  • Identificar quais produtos estão com pouco estoque;
  • Identificar os produtos mais vendidos;
  • Enviar pedidos de compra no momento certo;
  • Controlar os níveis de estoque máximo e mínimo de cada produto.

2.Melhoria do fluxo de caixa

Para ter sucesso nos negócios, o empresário sabe que precisa investir seu dinheiro com sabedoria, comprando a quantidade certa de cada produto.

Um estoque bem controlado deve manter itens em quantidade suficiente para manter as vendas em andamento, sem comprometer o fluxo de caixa.

Em outras palavras, com um bom controle, o empresário evita comprar produtos em excesso, e manter muitos itens parados em estoque, fato que pode comprometer o fluxo de caixa.

3.Redução de perdas

A realização de inventários de estoque periódicos também pode contribuir significativamente para que a empresa reduza prejuízos com a perda de validade ou extravio dos produtos.

Manter produtos em estoque sem nenhum tipo de controle é um risco que pode comprometer de forma irreversível os negócios de uma empresa.

4.Redução de custos com armazenamento

De acordo com a metodologia Just In Time, as empresas devem manter o menor nível possível de estoque, a fim de manter suas atividades em funcionamento e ao mesmo tempo reduzir custos com armazenamento.

No entanto, para que seja possível adotar medidas eficientes e reconhecidas como o Just In Time para redução de custos com estoque, as empresas precisam investir em controles rígidos e inventários periódicos.

Implemente rotinas periódicas de inventário de estoque como uma alternativa para potencializar os resultados e a gestão da sua empresa.

5.Exigência fiscal

Por fim, mas não menos importante, cabe lembrar que o inventário é uma exigência fiscal prevista em legislação.

Além de ser importante para a gestão da empresa, o inventário deve ser escriturado no “Livro de Registro de Inventário”, atualmente conhecido como Bloco H dentro do Sped Fiscal.

Vale destacar que a apresentação de inventários com informações incorretas pode resultar em multas:

Legislação Federal:

O fisco federal poderá arbitrar o lucro da pessoa jurídica sujeita à tributação com base no lucro real, quando esta não mantiver escrituração na forma das leis comerciais e fiscais (RIR/1999, art. 530).

Em outras palavras, o fisco pode dizer o quanto ele acha que foi lucro da sua empresa e assim estabelecer o valor do imposto de renda.

Legislação Estadual:

Do ponto de vista estadual, a ausência de escrituração do Livro de Inventário implica também em infração, perante a legislação do ICMS de cada estado.

É importante destacar que as multas estaduais são estabelecidas em cima dos valores movimentados durante o ano, isto é, podem ser muito elevadas.

Por isso é fundamental o controle durante todo o ano e uma correta informação dos estoques na hora de fechar o balanço.

Para fechar, vale lembrar que que o fisco hoje já dispõe de todas as suas compras e vendas, item a item, através da nota eletrônica e do SPED.

Portanto, se o empresário não manter o seu próprio controle e enviar as informações corretas, a contabilidade não poderá ser responsabilizada pelas possíveis multas e sanções.

Para ter acesso a mais dicas relacionadas a gestão empresarial e potencializar os resultados da sua empresa, continue acompanhando o nosso blog.