Blog

21 jun 2021

Regime Tributário: Saiba como escolher em sua engenharia

Classifique nosso post [type]

Qual o melhor regime tributário para empresas de engenharia? Dentre os regimes tributários disponíveis no Brasil, qual oferece a opção mais econômica em relação a carga tributária?

Nesse conteúdo, a Omnia Consult apresenta uma análise a respeito do regime tributário ideal para empresas de engenharia e retira as principais dúvidas sobre o assunto, não deixe de conferir.

Quais são os regimes tributários vigentes no Brasil?

A legislação tributária em vigor no Brasil, oferece às empresas três opções em termos de regime tributário, são elas:

  • Lucro Real;
  • Lucro Presumido;
  • Simples Nacional.

Cada regime possui suas próprias características, sistemática de apuração e alíquotas, o que faz com que um determinado regime tributário possa oferecer mais benefícios que outros.

No entanto, para que seja possível determinar qual o melhor regime tributário para cada porte de empresa e tipo de negócio uma análise completa precisa ser realizada.

Regime tributário para empresas de engenharia

Para que seja possível definir o melhor regime tributário para empresas de engenharia, precisamos antes de mais nada, conhecer alguns detalhes sobre os regimes disponíveis atualmente aqui no Brasil.

Lucro Real: O Lucro Real é um regime tributário que leva em consideração o lucro, ou seja, os resultados das empresas para cálculo dos tributos devidos em cada período.

Optativo e na maioria das vezes não indicado para empresas de pequeno e médio porte, o Lucro Real é obrigatório para empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões de reais e instituições financeiras.

Lucro Presumido: Destinado a empresas cujo faturamento anual não ultrapasse R$ 78 milhões de reais, o Lucro Presumido demonstra-se uma opção econômica em determinadas situações.

Empresas de engenharia optantes pelo Lucro Presumido contribuem com cerca de 11,33% a 16,33% do seu faturamento em tributos.

Simples Nacional: Por fim, temos o Simples Nacional, regime destinado a empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais e cuja atividade esteja inserida no rol de atividades permitidas para este regime.

Neste regime tributário os impostos são pagos de forma unificada e com alíquotas reduzidas através da guia DAS.

Devido a sua sistemática simplificada de cálculo e cobrança de tributos, o Simples Nacional é o regime mais utilizado no país.

Qual o melhor regime tributário para empresas de engenharia?

Dentre os regimes tributários disponíveis, qual é a melhor opção para empresas de engenharia?

Para responder a essa pergunta, é preciso levar em consideração o faturamento e a folha de pagamento das empresas.

No entanto, como regra geral, é preciso observar a regra do fator R, que determina o seguinte:

  • Empresas cuja folha de pagamento represente percentual inferior a 28% do faturamento mensal, devem optar pelo Lucro Presumido.
  • Empresas cuja folha de pagamento represente percentual igual ou superior a 28% do faturamento mensal, devem optar pelo Simples Nacional.

Vale lembrar, que essa é uma regra geral, e que portanto, pode sofrer variações caso a caso.

Sendo assim, o melhor caminho para definir o melhor regime tributário para a sua empresa de engenharia é contar com o apoio de uma consultoria contábil especializada.

Conheça o Grupo Omnia

O Grupo Omnia Consult atua há mais de 10 anos nas áreas administrativa, auditoria, contábil, fiscal e Folha de Pagamento, para diversos segmentos.

Contamos com um time de especialistas preparados para oferecer as melhores práticas contábeis a sua empresa e contribuir para o crescimento dos seus negócios.

Para saber mais sobre os nossos serviços e conhecer a nossa estrutura, entre em contato conosco.